Pesquisa e Desenvolvimento

Psicologia educacional: concepções de professores de curso de licenciatura

O objetivo do trabalho é apresentar concepções de professores de curso de Licenciatura acerca de diversas questões relacionadas à Psicologia e Educação. Foram entrevistados doze docentes da disciplina Psicologia da Educação e assemelhadas, que trabalhavam nas cinco instituições de ensino superior que ofertavam licenciaturas em uma cidade polo no Oeste do Paraná. Dentre outros aspectos, verificou-se que os participantes queixam-se quanto à carga horária da disciplina, cada vez mais reduzida; relacionam essa redução à dificuldade de articulação teoria-prática e à dificuldade de entendimento de conteúdos extensos e variados pelos aluno se não estão satisfeitos com os planos de ensino; acreditam que os psicólogos estão despreparados para trabalhar com problemas de aprendizagem que não sejam de origem emocional e para auxiliar professores; consideram os conteúdos excessivamente desenvolvimentistas e não detectam a presença de Psicologia do Ensino. Aspectos já relatados na literatura – como a responsabilização do aluno e de sua família pelo fracasso escolar – continuam sendo mencionados. A pesquisa identifica concepções de profissionais formadores de professores, bem como fornece indicações de possíveis mudanças a serem realizadas no ensino de Psicologia Educacional, a fim de auxiliar a construir uma outra realidade formativa.

Artigo original publicado em Psicologia da Educação

Link: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-69752016000200007

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.