Pesquisa e Desenvolvimento

Inteligências na educação: Percepção dos alunos e relações com a escola

Com bases nas teorias e apresentadas por Howard Gardener e Daniel Goleman, relacionados à inteligência humana, este estudo busca oferecer um subsídio prático, objetivo e operacional aos profissionais que t~em contato com alunos de ensino médio, a fim de que possam, através da percepção que os alunos têm de si mesmos em atividades cotidianas, selecionar e conduzir os temas em suas aulas e atividades propostas. Fundamentados nas teorias da Psicologia da Educação, este trabalho apresenta uma pesquisa realizada junto a um grupo de alunos do ensino médio de uma escola pública de São Paulo, no ano de 2000. O objetivo consistia em instigar as principais afinidades, tendências, competências e talentos mais desenvolvidos, relacionando esses resultados com as habilidades que porventura estivessem menos desenvolvidas e correlacionando-os com as características específicas que a escola em questão apresenta. Nessas relações, pôde-se constatar que determinados talentos deixam de ser priorizados pela escola e pelo próprio aluno devido à necessidade de direcionar seus estudos para os concursos de vestibulares. Tais concursos, na maioria das vezes, exigem dos aluno determinados conhecimentos para os quais nem sempre tem maior afinidade e satisfação em estar desenvolvendo. Os resultados apontam para um fortalecimento, aproveitamento e respeito às tendências e características individuais mais desenvolvidas em cada aluno, a fim de que este sinta prazer e motivação em estar atuando dentro dos vários campos do conhecimentos oferecidos pela escola. Com isso, o ensino se torna mais proveitoso e significativo para o aluno e para o professor.

Repositório da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo

Link: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-28032014-112702/pt-br.php

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.