O trabalho de referência é mais que um serviço técnico, ele é uma atividade humana, segundo Grogan “trata-se de uma atividade essencialmente humana, que atende a uma das necessidades mais profundamente arraigada da espécie que é o desejo de conhecer e compreender”. O processo de comunicação na entrevista de referência deve estar ancorado pelo capacidade educadora do bibliotecário, contribuindo para que a comunicação flua sem tropeços e o usuário da biblioteca sinta-se compreendido na sua questão/dúvida. O profissional da referência deve saber escutar, olhando firmemente para o usuário e por último deve cuidar da sua linguagem não verbal, além de praticar sua capacidade educadora no momento em que auxilia o consulente/pesquisador.

Revista de Educação do Cogeime



Tags: , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.