Pesquisa e Desenvolvimento

A mãe, o filho e a síndrome de Down

O presente estudo objetivou investigar, psicanaliticamente, as experiências de mães na criação e educação de filhos com síndrome de Down. A pesquisa consistiu na realização de entrevista aberta individual com quatro mães. Após cada encontro, foram redigidas narrativas psicanalíticas visando apreender os campos psicológico-vivenciais, no contexto dos quais se tornam visíveis eventuais movimentos de superação de dissociações. Foram encontrados dois campos: “O desaparecimento do filho perfeito” e “O que será de meu filho quando eu não mais estiver aqui?”. O quadro geral encontrado evidencia que as mães entrevistadas desenvolveram estratégias de sobrevivência emocional diversas, o que lhes permitiu se manterem, por um longo período, no estado de preocupação materna primária especial.

Artigo original disponível na Revista Paidéia
Link: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-863X2007000200010&script=sci_abstract&tlng=pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.