Vilmária Fernandes Sales


A política emocional colocada nas escolas em todo mundo apresenta aspectos impeditivos para o desenvolvimento e apreensão da leitura de milhares de crianças. Enfatizando prioritariamente o aspecto cognitivo, a afetividade e as emoções são desconsideradas nesse processo de aprendizagem. No entanto, para punir ou para forçar esse aprendizado são colocadas emoções negativas como medo e culpa, retirando o prazer e a motivação para aprender. Nesse trabalho, apontamos que a afetividade e as emoções são importantes para aprender. Trabalhamos com uma encenação de leitura com 6 crianças do ensino fundamental de uma escola pública. A teoria que fundamentou o estudo foi de Henry Wallon por interligar aspectos afetivos, cognitivos e motores. Os resultados apontam que emoções de raiva, medo e vergonha surgem quando as crianças não conseguem ler.

publicação original: anais Iberoamericano de las Lenguas en la Educación y en la Cultura / IV Congreso Leer.  – Salamanca, España, 5 al 7 de septiembre de 2012


Download

Tags: , ,