Lupercia Jeane Soares


Este estudo trata-se de uma pesquisa bibliográfica, a qual surgiu quando, ao analisar diferentes estudos e realizar pesquisas que priorizavam a melhoria da aprendizagem, além de experiências na prática pedagógica, direcionei meu olhar às emoções que compreendem parte significativa do desenvolvimento humano. Desta forma, considerando o processo biológico e social de apropriação do conhecimento, esta pesquisa indagou sobre a importância de verificar a influência das questões emocionais na escolarização dos aprendentes. As emoções são reações globais, inatas e passageiras. A palavra emoção vem do latim e-movere, que quer dizer mover a partir de dentro, logo, as emoções são fatores intrínsecos à constituição do ser e se manifestam em diferentes situações vivenciadas no ambiente em que o sujeito está inserido. Representa uma passagem entre o sistema orgânico e mundo social originando um nível de consciência do indivíduo, assim, as emoções interferem de forma significativa nos processos de ensino e aprendizagem. Portanto, este estudo considerou a importância das emoções na dinâmica autopoiética dos indivíduos, sabendo que a autopoiése está relacionada ao processo de construção do conhecimento que cada indivíduo organiza em si mesmo e estudos da neurociência têm apontado para a influência das emoções como base das ações humanas, constata-se que a emocionalidade dos indivíduos não pode ser analisada como um processo à parte do desenvolvimento humano. Assim, foi realizado estudos a certa das investigações de pesquisadores como Elisa Gonsalves, Rafael Bisquerra, Humberto Maturana e Francisco Varela, José Maria Martins, bem como do pensamento teórico de Wallon, Piaget, Vygotskty acerca da aquisição do conhecimento socialmente construído.

publicação original: https://editorarealize.com.br/revistas/conedu/trabalhos/TRABALHO_EV073_MD1_SA18_ID4902_12102017165310.pdf

 

 


Download

Tags: , ,