Anniely Laís Lima Melo, Stephanne Natalia da Silva Santos, Elisa Pereira Gonsalves Possebon


O presente artigo aborda a temática de forma específica, atentando para a emoção da raiva no universo escolar. A emoção da raiva compreendida como uma emoção que vem de um sentimento de protesto e indignação quando o sujeito sente-se ofendido é uma emoção protetora. Por esse olhar vai de encontro com a Educação Emocional com o intuito de promover o bem estar subjetivo e uma educação libertadora, a educação emocional é um processo contínuo, educativo e urgente. Neste projeto objetivou-se identificar quais são as situações que desencadeiam a raiva nos adolescentes que estão na rede pública de ensino, a fim de verificar em que medida as situações são potencialmente conflitivas no cotidiano escolar e relações entre os adolescentes. Foi utilizado neste processo de investigação o questionário aberto denominado “Diário das Emoções”, totalizando 280 alunos do 1° ao 9° ano na Escola Municipal David Trindade, localizada em Mangabeira- PB com o intuito de identificar os elementos desencadeadores das emoções de acordo com os adolescentes. A organização do projeto foi dividida em três: aplicação dos questionários; investigação/categorias de informação; e, codificação e análise dos dados. Após a análise dos dados no que diz respeito à emoção da raiva, a partir dos depoimentos dos adolescentes foram apontados por eles alguns estímulos competentes que desencadeiam a raiva na escola como: família; agressão; invasão de privacidade; falta de atenção; ciúmes; falsidade/mentira; injustiça, fofoca e apelido. Essas práticas e atitudes estão fazendo parte do cotidiano escolar, sobretudo das relações entre adolescentes, desencadeando conflitos e comportamentos agressivos.

publicação original: https://editorarealize.com.br/revistas/conedu/trabalhos/TRABALHO_EV073_MD1_SA18_ID7115_11092017162432.pdf

 


Download

Tags: , , ,