Ailza Farias Montenegro Gouveia


Este trabalho tem o propósito de estudar e discutir as “Atitudes e Comportamentos Agressivos na Educação Infantil” através de alguns teóricos, como Winnicott, Wallon, Vygoysky, entre outros, e pesquisas realizadas
na internet, em revistas e propostas de ações lúdicas com a possibilidade de atenuar a questão. Foi feito um estudo de caso com crianças entre 4 e 5 anos, no qual se observou muitas com dificuldades de relacionamento entre elas próprias, entre elas e os professores e até entre elas e a família. Algumas parecem estar sempre preparadas para agredir, como se isso fosse um mecanismo de defesa. É preciso analisar também todos os envolvidos nesta questão: pais, professores e crianças. As atitudes agressivas em crianças tão pequenas provocam sentimentos de frustração, insegurança e confusão entre todos os envolvidos no  convívio infantil. Esses pequenos infantes se destacam do grupo em que fazem parte pela dificuldade de cumprir regras, de interagir e de se adaptar ao meio escolar e social. Este é um dos grandes motivos pelos quais os pais e a escola se encontram tão preocupados.

publicação original:

anais CONEDU

 


Download

Tags: , , ,