Vanessa Alessandra Cavalcanti Peixoto


Entendendo a criança de forma integral e sistêmica, defendemos que a afetividade constitui um aspecto que precisa ser conhecido e estudado com seriedade e afinco, assim como o aspecto cognitivo, tão valorizado desde os primórdios da educação formal. Mas não somente esses, os demais aspectos, como o biológico, o social, o psicológico, devem ser vistos de forma entrelaçada e não estanque, compartimentalizada. Esse conhecimento científico é primordial no trabalho com crianças pequenas, e deve estar presente nas discussões dos processos formativos e nas práticas das professoras de educação infantil, contribuindo para uma formação que possibilite, tanto ao profissional quanto à criança, subsídios para uma relação em que seja possível identificar as diversas formas de expressão das emoções, assim como a vivência educacional das mesmas. Nesse sentido, o presente trabalho objetiva apontar a afetividade como aspecto necessário para a formação e prática das professoras de educação infantil, mostrando a importância do aspecto afetivo para a relação adulto-criança e buscando propor a educação e vivência das emoções como possibilidade de uma educação mais humanizada, fundamental nas relações estabelecidas na educação infantil. Para tal, realizamos uma pesquisa bibliográfica, a partir dos pressupostos de Kramer, Kuhlmann, Àries, Rossetti-Ferreira, Oliveira, etc. para falar sobre criança, infância, educação infantil, creche e formação de professoras. Além disso, buscamos em Wallon (1971; 2007; 2008) a definição de afetividade de forma mais ampla, e Casassus (2009), Chabot D. e Chabot M. (2005) e Gonsalves (2015) como aporte teórico-metodológico para propor contribuições para a educação e vivências das emoções das professoras e, consequentemente, das crianças da educação infantil. A partir dos teóricos estudados, concluímos que a afetividade, através das emoções deve ser compreendida e estudada pelas professoras da educação infantil para que elas possam saber lidar com elas mesmas e com as crianças de forma equilibrada e saudável e assim, possibilitar um trabalho pedagógico afetivo.
Palavras-chave: Afetividade. Educação Emocional. Educação Infantil e Formação Docente.

 

Repositório Biblioteca UFPB


Download

Tags: , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *